fevereiro 05, 2006

Pais e Tomates

Local: Uma cozinha, algures na Baixa da Banheira, numa solarenga tarde de Sábado;
Hora: Entre o meio-dia e a uma da tarde;
Situação: O Filho chega ao Local, a determinada Hora, depois de uma longa travessia pelo hall e ávido por uma refeição decente. Aproxima-se da mesa e depara-se com uma travessa de feijão frade, postas de peixe-espada branco fritas e empilhadas num prato revestido a papel de cozinha, e grandes tomates vermelhos e maduros, tipicamente portugueses de tão grandes. Abeirando-se da mesa, o Filho deixa-se inebriar pelos odores típicos daquele repasto saloio ao mesmo tempo que, feliz, pega numa faca e num tomate e questiona o indivíduo conhecido por Pai "Estão lavados, os tomates?", ouvindo em resposta "Tu é que sabes se tomaste banho ou não...". O Filho faz uma pausa de 5 segundos, enquanto o seu cérebro meio adormecido processa aquela resposta bizarra, soltando de seguida uma grande e sonora gargalhada.
Moral da história: Não se deve questionar o Pai sobre os próprios tomates.

1 comentário:

caldeireiro disse...

Agora que já parei de rir, na minha opinião o nando no seu melhor. Eu era puto e já me ria de piadas dele. É uma das suas várias virtudes. Álias dos manos todos só tenho saudades desse humor, já algum tempo.